Alimentos orgânicos custam realmente mais caro? Já ouviu falar de agroecologia?

Alimentos orgânicos custam realmente mais caro?

É cada vez mais crescente a busca de uma alimentação mais saudável e livre de agrotóxicos, porém uma grande discussão que ainda impede a população de consumir mais produtos orgânicos é o seu preço. Mas será que esses tipos de alimentos são, realmente, mais caros?

Alimentos orgânicos custam realmente mais caro?

O conceito de alimento orgânico, ou pelo menos a palavra, vem sendo cada vez mais difundida seja no ambiente acadêmico, veículos de informação ou em espaços mais informais.

Já o termo agroecologia, é pouco conhecido pela maioria das pessoas apesar de ser uma ciência.

A agroecologia diz respeito a um modelo de produzir alimentos, onde assim como no orgânico, não são utilizados venenos, fertilizantes químicos ou sementes transgênicas, mas para além dos insumos, também são consideradas a dimensão social com a produção de base familiar e a valorização de saberes e tradições no cultivo.

Alimentos orgânicos custam realmente mais caro

Pesquisas realizadas em diversas regiões do país mostraram a comparação na compra de produtos orgânicos em 3 segmentos: supermercados (produtos convencionais), feiras livres dos mercados populares (produtos convencionais) e feiras agroecológicas (produtos agroecológicos).

Em cada pesquisa apresenta-se um custo menor nos produtos agroecológicos com relação aos demais.

A transição agroecológica para uma produção mais sustentável na qual agricultores familiares tem sido inseridos é apontada nos estudos como um dos principais responsáveis pela compra de alimentos ecológicos a um preço mais acessível e competitivo.

Outro fator é o escoamento da produção desses agricultores em canais alternativos como feiras e Ceasa.

Além do fator certificação que influencia nos preços, a aproximação entre agricultores e consumidores possibilitada por estes canais resulta em preços mais baratos, uma vez que não existem outros encargos colocados pelos supermercados por exemplo.

Quer saber mais? Leia a matéria completa no site Ideias na Mesa clicando aqui e acesse aqui para conhecer mais da iniciativa Comunidades que Sustentam Agricultura (CSA).

Posts Relacionados